Blog dos Poetas

A Nossa Casa

de

A nossa casa, Amor, a nossa casa!
Onte está ela, Amor, que não a vejo?
Na minha doida fantasia em brasa
Costrói-a, num instante, o meu desejo!

Onde está ela, Amor, a nossa casa,
O bem que neste mundo mais invejo?
O brando ninho aonde o nosso beijo
Será mais puro e doce que uma asa?

Sonho… que eu e tu, dois pobrezinhos,
Andamos de mãos dadas, nos caminhos
Duma terra de rosas, num jardim,

Num país de ilusão que nunca vi…
E que eu moro – tão bom! – dentro de ti
E tu, ó meu Amor, dentro de mim…

postado por em 24-01-2010
Compartilhar

3 Comentários para “A Nossa Casa”


  1. Mi disse:

    Florbela Espanca, a dolorosa poesia do amor…


  2. EDILOY AC FERRARO disse:

    …essa poetisa, brincando com as palavras, nos entontece com suas graças, em alegorias nos transporta, sempre clamando o amor, desfolhando suas pétalas, encantando-nos, seus apaixonados leitores…


  3. Isaías Carriço disse:

    Bravo! é preciso fazer das palavras
    a nossa própria carne.

    Isaías Carriço

Deixe Seu Comentário