Blog dos Poetas

Sonho domado

de

Sei que é preciso sonhar.

Campo sem orvalho, seca
A frente de quem não sonha.

Quem não sonha o azul do vôo
perde seu poder de pássaro.

A realidade da relva
cresce em sonho no sereno
para não ser relva apenas,
mas a relva que se sonha.

Não vinga o sonho da folha
se não crescer incrustado
no sonho que se fez árvore.

Sonhar, mas sem deixar nunca
que o sol do sonho se arraste
pelas campinas do vento.

É sonhar, mas cavalgando
o sonho e inventando o chão
para o sonho florescer.

postado por em 27-01-2010
Compartilhar

5 Comentários para “Sonho domado”


  1. Rafaella disse:

    Sonhar é tão necessário quanto viver.Acredito que para existir a vida seja preciso sonhar, almejar…o mais difícil é encarar a nossa realidade e não se deixar perder o hábito de sonhar.
    Bela poesia.


  2. EDILOY AC FERRARO disse:

    …lindo canto, onde sonhos são essenciais, sem perder,contudo, o próprio chão, asas que se desenvolvem em buscas infinitas, mas, sempre, ancorada na realidade…Thiago de Mello tem a medida, nestes versos, da consciência de que o orvalho é necessário, para não secar a frente de quem não sonha… tão bem postas, situações paralelas, diversas, sonhos e realidade…

    Parabéns, Célia, pela seleção !


  3. Luzia disse:

    Sim, sonhar!
    Mas que um sonho sonhado, um sonho realizado!
    Sonhar dias melhores e, deles feitos, retirar novos sonhos.
    Sonhar as noites, os dias, sem hora e sem tempo…
    Do chão ao pensamento,
    Tornar cada sonho um novo e possível momento.
    Sonhos, esperanças, promessas, idéias,, ideais, fantasias, utopias!!!!
    Sonhemos todos … sonhemos tudo, então!


  4. palavras disse:

    Penso que sonhar é muito bom, mas precisamos estar conscientes e não deixar que esses sonhos nos deixem no “mundo da lua”, o que não podemos é perder a esperança!!!


  5. Adriano disse:

    Nossa!

    “Quem não sonha o azul do vôo
    perde seu poder de pássaro. ”

    O cara é fera mesmo!

    No caso dele não é só o sonho que domou.

Deixe Seu Comentário