Blog dos Poetas

Poetas: João de Deus

João de Deus de Nogueira Ramos (São Bartolomeu de Messines, 8 de Março de 1830 — Lisboa, 11 de Janeiro de 1896), mais conhecido por João de Deus, foi um eminente poeta lírico e pedagogo, considerado à época o primeiro do seu tempo, e o proponente de um método de ensino da leitura, assente numa Cartilha Maternal por ele escrita, que teve grande aceitação popular, sendo ainda utilizado. Gozou de extraordinária popularidade, foi quase um culto, sendo ainda em vida objecto das mais variadas homenagens.

João de Deus nasceu em São Bartolomeu de Messines em 8 de Março de 1830, filho de Isabel Gertrudes Martins e de Pedro José dos Ramos, modestos proprietários dali naturais e residentes. O pai, também comerciante, era conhecido entre os seus patrícios por Pedro Malgovernado, não que merecesse o cognome pelo mau governo da sua casa, mas pela facilidade em satisfazer as vontades dos filhos, com os quais gastava mais do que podia.

João de Deus era o quarto de catorze irmãos, não lhe permitindo a situação sócio-econômica da família aspirar a uma carreira universitária. Estudou latim na sua terra natal e ingressou no Seminário de Coimbra, então o único caminho para prosseguir estudos aberto aos menos abonados. Em 1850, aos 19 anos de idade, não tendo vocação para a vida eclesiástica, ingressou na Universidade de Coimbra como estudante de Direito.

João de Deus viria a falecer, aos 65 anos, de uma lesão cardíaca, no dia 11 de Janeiro de 1896, na sua residência. O funeral ocorreu dia 15, com honras de Estado, na Basílica da Estrela, seguindo para o Cemitério dos Prazeres. Posteriormente seria trasladado em 3 de Maio de 1903 para o Mosteiro dos Jerónimos.

(Fonte: Wikipédia)