x
Compartilhar

Gilka Machado

Gilka da Costa de Melo Machado, conhecida como Gilka Machado, (Rio de Janeiro, 12 de março de 1893 – Rio de Janeiro, 11 de dezembro de 1980) foi uma poeta brasileira. Seu trabalho geralmente é classificado como simbolista. Machado ficou conhecida como uma das primeiras mulheres a escrever poesia erótica no Brasil; também foi uma das fundadoras do Partido Republicano Feminino (em 1910), que defendia o direito das mulheres ao voto, atuando no mesmo também como tesoureira.

Machado nasceu em 1893, no Rio de Janeiro, em uma família de artistas; sua mãe, Thereza Cristina Moniz da Costa, era atriz de teatro e radioteatro e seu pai, Hortêncio da Gama Souza Melo, era poeta. Começou a escrever poesia desde criança. Aos 14 anos, participou de um concurso literário realizado pelo jornal A Imprensa, ganhando os três prêmios principais com poemas sob seu nome e pseudônimos. Os críticos ficaram escandalizados por seus poemas, chamando-a de “matrona imoral”.

Fonte: Wikipédia