Blog dos Poetas

A Namorada

de

Havia um muro alto entre nossas casas.
Difícil de mandar recado para ela.
Não havia e-mail.
O pai era uma onça.
A gente amarrava o bilhete numa pedra presa por
um cordão
E pinchava a pedra no quintal da casa dela.
Se a namorada respondesse pela mesma pedra
Era uma glória!
Mas por vezes o bilhete enganchava nos galhos da goiabeira
E então era agonia.
No tempo do onça era assim.

postado por em 22-03-2009
Compartilhar

11 Comentários para “A Namorada”


  1. caike disse:

    muito bom


  2. Jakelayne disse:

    Eu prefiro
    O NAMORADO


  3. EDILOY A C FERRARO disse:

    Encantado com a maneira coloquial de narrar seus versos, algo solto, despreocupado, desarranjado, mas intenso nas intenções e mensagens, além da ponta hilária que cativa, muito bom !!!


  4. daniveelop disse:

    muto ruin ______brinks


  5. malu disse:

    adorei


  6. norma de freitas pinto disse:

    As imagens são belas…amo o jeito gostoso
    dos versos de Manoel de Barros!!!


  7. beneditocglima disse:

    muito bom merece ser acessado por todos que gostam da boa poesia


  8. fernanda pinheiro de almeida disse:

    olha o assunto sobre a namorada eu pois é muito importantes para aquele q acha que namoro algo q se brinca mais sim algo q se compromete


  9. victor emanuel disse:

    nossa quantos poemas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    arraçou o manoel


  10. EDILOY A C FERRARO disse:

    Relendo Manoel de Barros, sempre despojado no estilo e rico nas reflexões que ocorrem como banalidades, genial.


  11. ELIZABETE disse:

    UTILIZEI INÚMERAS VEZES ESTE POEMA EM SALA DE AULA,COMPARANDO O NAMORO DE ONTEM E DE HOJE.COMO MUDOU111

Deixe Seu Comentário