Blog dos Poetas

Pobre Amor

de

Calcula, minha amiga, que tortura!
Amo-te muito e muito, e, todavia,
Preferira morrer a ver-te um dia
Merecer o labéu de esposa impura!

Que te não enterneça esta loucura,
Que te não mova nunca esta agonia,
Que eu muito sofra porque és casta e pura,
Que, se o não foras, quanto eu sofreria!

Ah! Quanto eu sofreria se alegrasses
Com teus beijos de amor, meus lábios tristes,
Com teus beijos de amor, as minhas faces!

Persiste na moral em que persistes.
Ah! Quanto eu sofreria se pecasses,
Mas quanto sofro mais porque resistes!

postado por em 29-10-2006
Compartilhar

25 Comentários para “Pobre Amor”


  1. alinne disse:

    Esse poema de Aluísio de Azevedo demonstra tristeza ao saver que não és querido por tua amada e que sofre com isso.
    É inspirador,subjetivo, atualizado, o autor alí descreve a sua dor.


  2. Fabricia Ladislau do Amor Divino. disse:

    IREMOS APRESENTAR ESSA POESIA NA SALA DE AULA.FALANDO SOBRE ALUÍSIO AZEVEDO,VAI SER UMA GRANDE EXPERI ÊNCIA MUITO GRANDE.ATÉ!


  3. Ediloy Antonio Carlos Ferraro disse:

    …o poeta debate-se dentro das contradições de sua alma inquieta, o que mais ama é a castidade da amada, que, contudo, a deseja, e, se concretizar o seu intento,maculará o que nela ama, a sua alma pura… que atualidade nos traz Aluízio Azevedo em suas aflitivas cogitações, tão humanas e presentes… o eterno debate entre a pureza dos sentimentos e o desejo ardente da posse que macula…


  4. Gabi disse:

    Olá, tudo bom? preciso montar um poema, me ajudem por favor :X qualquer titulo.!!!
    beijos


  5. Jéssica Ariane Ignácio disse:

    Ah se abandonastes tua classe
    E num abraço me pedisse a vida
    Seria a união do nosso tão desejado amor


  6. Helen disse:

    Este é um dos melhores poemas de Álvares de Azevedo, é simplismente lindo!! *-*
    Parabéns pela iniciativa do blog: genial!! 😀


  7. Laura disse:

    Desde quando Aluísio Azevedo escreveu poemas??? Ainda mais de cunho romântico???

    http://www.academia.org.br/abl/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=102&sid=106

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Alu%C3%ADsio_Azevedo


  8. Laura disse:

    Mas independentemente disso… O poema é BEM emocional…. Não sou dada à poemas e romances românticos, mas existem algumas exceções… acho que este é uma delas.


  9. maysa disse:

    este poema e lindo, e se não me engano e ultra romantismo….


  10. guilherme disse:

    ola queria saber se ele tem mais algum poema se tiver poderia me falar?obrigado


  11. Petrus disse:

    És um pão!


  12. gisela disse:

    é um poema q demostra a dor de um amor não correspondido a tristeza de amar e nao ser amada é um dor q vive em muitos corações sozinhos.


  13. clara disse:

    ele e muiiiiiiiiiiito romantico.gostei…


  14. IALMAR PIO SCHNEIDER disse:

    SONETO DE SONHADOR

    Ialmar Pio Schneider

    Já não me encontro só nem desgraçado,
    pois te levo total em meu olhar;
    nem poderei viver sem teu agrado
    enquanto não consiga te olvidar.

    Quando às vezes passeio pelo prado,
    a natureza em flor a contemplar,
    parece que tu segues ao meu lado
    e os dois formamos um ditoso par.

    Eu prossigo sonhando à luz do dia,
    que estás presente em todos os momentos:
    na tarde calorosa ou noite fria;

    e também de manhã andando a esmo,
    porque vencendo obstáculos violentos
    sinto que fazes parte de mim mesmo.

    Do livro: SONETOS E CÂNTICOS DISPERSOS – pág. 17

    Canoas – 7-9-83


  15. IALMAR PIO SCHNEIDER disse:

    CÂNTICO I

    Ialmar Pio Schneider

    Cultivo um amor oculto
    Que cresce dentro de mim;
    Dia a dia toma vulto,
    Parece nunca ter fim.

    Nas horas tristes, perdido
    No meio da multidão,
    Procuro no mar do olvido
    Já me afogar, mas em vão.

    Quando as folhas do passado
    Uma após outra perpasso,
    Quase fico revoltado
    Me culpando do fracasso…

    Pois, melhor fora, talvez,
    Não criar a fantasia
    De viver na timidez
    Que esta paixão requeria.


  16. Sabrina disse:

    Poema Inspirador


  17. jaqueline corrêa disse:

    esse poema eu gostei muito


  18. rayza disse:

    irei apresentar um trabalho de aluisio de azevedo na escola e com esse trabalho pude conheçer um pouco de aluisio de azevedo
    adorei o poema é muito reflectivo expressa muito amor e dedicaçao
    essa até agora foi e vai ser uma esperiençia
    muito boa pois cenheçemos nesse trabalho
    um grande e ecepcional poeta
    nosso trabalho vai arrazar
    quero agradecer aõs blogueiros que nos ajudam pondo informações no site
    muito obrigada mesmo


  19. daniele paula disse:

    adorei pois retrada de um homem ñ corespondido quer se declara pra sua amada


  20. Maria AparecidaBecker sander disse:

    O poema é para uma”grande minoria” que aprecia diz o Poeta Juan Ramon Gimenez.Dentro desta concepção é uma pena que mais pessoas não amem a alma maravilhosa destas criaturas que enfrentam o mundo com palavras. É lindo.


  21. carol disse:

    que lindo esse poema mas acho que vcs deveriam postar mais


  22. IALMAR PIO SCHNEIDER disse:

    HOMENAGEM – Nascimento do escritor: 14.4.1857 – . –

    IALMAR PIO SCHNEIDER

    Escreveu ´´O Mulato´´,
    a ´´Casa de Pensão´´
    e ´´O Cortiço´´, retrato
    de tanto turbilhão…

    Foi grande literato
    e adota a evolução;
    buscando no aparato
    a nobre criação…

    Aluísio Azevedo
    nasceu no Maranhão,
    mas veio ao Rio cedo;

    e sendo jornalista,
    buscou a redação
    e foi naturalista…

    https://singrandohorizontes.wordpress.com/?s=IALMAR+PIO+SCHNEIDER+


  23. tais disse:

    achei todos um pouco lento mas as palavras são inspiradoras


  24. ana carla feitoza souza disse:

    eu adorei esse poema è trizte mas ao mesmo tempo ele tenta dizer que o amor è um sofrimento que quando machuca a gente e dificil de esquecer


  25. Ialmar Pio Schneider disse:

    Olá ! Tudo bem? Vc. Gosta de poesias? Visite meus blogs – entre no Google e busque por IALMAR PIO – agradeço-lhe. – Deixe um comentário nos meus blogs.

Deixe Seu Comentário