Blog dos Poetas

Quero Escrever o Borrão Vermelho de Sangue

de

Quero escrever o borrão vermelho de sangue
com as gotas e coágulos pingando
de dentro para dentro.
Quero escrever amarelo-ouro
com raios de translucidez.
Que não me entendam
pouco-se-me-dá.
Nada tenho a perder.
Jogo tudo na violência
que sempre me povoou,
o grito áspero e agudo e prolongado,
o grito que eu,
por falso respeito humano,
não dei.

Mas aqui vai o meu berro
me rasgando as profundas entranhas
de onde brota o estertor ambicionado.
Quero abarcar o mundo
com o terremoto causado pelo grito.
O clímax de minha vida será a morte.

Quero escrever noções
sem o uso abusivo da palavra.
Só me resta ficar nua:
nada tenho mais a perder.

postado por em 25-06-2007
Compartilhar

11 Comentários para “Quero Escrever o Borrão Vermelho de Sangue”


  1. ana carolina disse:

    ao decorrer da minha vida apredi que as pessoas nunca pode ser 99% ten que ser 100% apesar de todos defeito temos que tentar ser 100.
    por um erro perdemos tudo que construimos com amor e sabedoria.
    amos a nill de coraçao mais ela nem se da conta que o verdadeiro amor dela nao esta longe e nem esta em outro lugar esta do lado dela so ela nao ve.
    a pior coisa do mundo e vc amar sem a pessoa que vc mais ama nao te notar sofro por ser uma pessoa que ama solitariamente sem regras no amor vivemos locamente mais as minha regras fica bem aqui dentro onde so o meu verdadeiro amor ira ver no meu coraçao


  2. analu disse:

    A escrita faz os calos doerem, as dores transborda, o sangue ferver, o alívio, o berro, o grito surge em poucos minutos, com auxilio dos tinteiros conseguimos descrever sentimentos incompreensíveis, dores existenciais. E Clarice é inspiradora de muitas jovens, eu – líricos perturbados com a incompreensão de um mundo. O nosso clímax será a morte, enquanto isso vivemos, flertamos com a escrita, poesia e com os romances escassos de Lispector (A hora da estrela).
    Ana Luísa Nardin


  3. Ediloy Antonio Carlos Ferraro disse:

    …sua inlúcida lucidez ácida vergasta a pele e faz sofrer, seus gritos profanos, internos, fazem ecos e são ouvidos, sentidos e, perturbavelmente, percebidos…

    Com que ardor e violência utiliza as palavras como punhais e a você mesma como cobaia, atingindo em neste sofrer-prazer, nuances de cores em carmin todas as dores e belezas do sentir…


  4. Sérvulo Barros Bezerra disse:

    Clarice é um fenômeno inigualável, “em Quero Escrever o Borrão Vermelho de Sangue” ela retrata o intencional da alma, não escreve apenas como o fazem os grandes escritores do gênero, com o próprio sangue transbordante, o seu coração descreve suas intenções, de forma tão clara, quanto o branco da neve, a transparência do seu próprio eu, com isso ela consegue passar ao leitor as suas mais íntimas e legítimas intenções jamais possíveis de um ser biologicamente normal. Ser gênio é um dom divino, ser Clarice, é ser incomparável assim como a essência do Amor.


  5. pingo disse:

    caramba vcs nao sabem nem esvrever, nunca ouviram falar em concordancia e querem opinar sobre poetas…


  6. Sérvulo Barros Bezerra disse:

    Os incríveis atingem o possível enquanto visualizam o inesistente, os idiotas se envenenam com suas próprias salivas.


  7. ana karolyna diniz amorim araujo disse:

    adoro poder escrever poesias muitos do meus colegas pensam que sou uma garota que não tem nada para fazer além de ecrever poesias que ninguem quer ver,ignoro ate o pomto que elas verem que poesias não são apenas para aqueles que querem encontrar um comforto para ñ lembrarem doque aconteceu e sim para terum pouco de coragem para dizer o que sentem de verdade,essa é a minha vida de um garota loca por posia…….rsrsrsrsr


  8. Myrle Santa Brigida disse:

    Só gostaria de fazer uma reparação, Clarice não era poeta, no entanto sua obra continha a poesia carpida de forma, fina, delicada e as vezes cruel. Publicou contos, crônicas, romances, histórias infantis com estilo particular de escrever que marcou no mundo literário.


  9. vitoria disse:

    o mundo clama por poesias que sejam assim que emitam ovalor da vida e muito importate o saber o entender de uma poesia a vida e uma poesia o momento e esse para voce expressar seus sentimentos o agora vivemos o omtem foi embora eo amanha e um misterio;;;;;;


  10. Clarice disse:

    OI, gostei muito do seu Blog, também tenho um e para mim seria um grande prazer se voce me seguisse.


  11. Clarice Moreno disse:

    Amei este blog , com certeza estarei sempre vindo aqui para viajar nas escritas, nos poemas de grandes e famosos poetas.
    Escrever para mim é mágico, é escrevendo que me deixo transbordar no meu eu verdadeiro, passo a ser a própria personagem, depois vem o alívio…ahhh como é bom escrever. Gostaria muito de seguir este blog, como posso? abraços Clarice Moreno

Deixe Seu Comentário