Blog dos Poetas

Luta Interior

de

Quem vive dentro em mim que ruge e clama
Ou murmura, em soluços, uma prece?
Que, ora, nas fráguas do prazer se inflama,
Ora torturas infernais padece?

E em mim, urdindo das paixões a trama,
Tece intrigas de amor e de ódio as tece.
Não sei se me quer mal, não sei se me ama;
Sei que a minha vontade lhe obedece.

É um ser somente? Serão dois? Suponho
Ver e ouvir entre as brumas de um mau sonho
Peleja singular, áspera e bruta;

E imagino, em presença desta cena,
Que sou a arena e nada mais que a arena
E que um anjo e um demônio estão em luta.

postado por em 08-09-2014
Compartilhar