Blog dos Poetas

Filosofia

de

Dentro do meu olhar altivo de descrença
não tenho uma atitude humilde e irrefletida,
– olho os homens de cima, e trago de nascença
um íntimo desdém superior pela vida…

Não me irrito e não choro. À pedra desferida
contra mim – que em minha alma abre uma chaga imensa –
sorrio… E o meu sorriso é a dor, quase esquecida,
que nos lábios transformo em fria indiferença…

A vida toda é vã. Resumo a vida nessa
mistura com que fiz minha filosofia:
– um verso de Leoni e um mau sorriso de Eça…

Um olhar de desdém numa alma de fumaça,
e a superioridade fina da ironia
de quem sabe que tudo é uma ilusão que passa!

postado por em 07-11-2006
Compartilhar