Blog dos Poetas

Arte de Amar

de

Se queres sentir a felicidade de amar,
Esquece a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
Não noutra alma.
Só em Deus – ou fora do mundo.

As almas são incomunicáveis.
Deixe o teu corpo entender-se com outro corpo,
porque os corpos se entendem, mas as almas não.

postado por em 22-05-2008
Compartilhar

8 Comentários para “Arte de Amar”


  1. Bruno [reclamadamente poeta] disse:

    sempre outro Bamdeira.
    Divino, ainda que na escuridão drogada, soluçada e espirrada.

    perdoe a poetização. não tenho condições de um sentido normal.

    “o homem foi feito para o sozinho?”
    GR


  2. LUCIANO DIAS disse:

    COM SENSAÇÃO DE MUNDO ACABANDO, AS PESSOAS CONTINUAM SEM AMAR, SEM VIVER, PASSAM PELAS RUAS E NEM NOTAM UNS QUE VAGAM SEM TER RUMO. É FACIL FALAR QUE O MUNDO PERCORRE SEU CAMINHO NORMAL QUANDO NÓS TEMOS UMA VIDA. MUITOS FALAM DE AMOR MAS NUNCA CHEGARAM AO CALICE DA FELICIDADE EM COMUM, CORREMOS A CADA DIA PARA NOSSOS AFAZERES E MUITAS FEZES CORREMOS NA VIA CONTRARIA DA FELICIDADE, É CERTO QUE NÃO É UMA OPÇÃO E SIM UMA IMPOSIÇÃO DA NOSSA “QUERIDA” VIDA.VIVA A VIDA , VÁ AS VEZES A PRAIA OLHAR COMO MAR É ELEGANTE COM SUAS IDAS E VINDAS, OLHE AS ARVORES QUE SÃO LEVADAS PELO VENTO E TEM SEU DESTINO VINCULADO À VONTADE DE DEUS, NÃO SOMOS COBAIAS DE DEUS COMO DISSE CAZUZA, SOMOS COBAIAS DE NÓS
    MESMOS. VIVA A ARTE DOS POETAS QUE FAZEM OS LEITORES PARTIREM DO NADA PARA ONDE QUISEREM VIVA À LUA QUE CLAREA A AGUA ESCURA DAS PRAIAS, A NOITE NÃO SERIA NOITE SEM A LUA, VIVA NOSSO PROBLEMAS, SEM ELES NUNCA IRIAMOS APREDER COMO VIVER!!!


  3. Elliana Alves disse:

    Parabéns poeta…
    Muito bom gostei do site.

    Parabéns,bjsssssss…


  4. nelsa da penha disse:

    Não entendí muito bem esta parte que fala alma e corpos não se entenden, pois tudo precisa de Deus, mas como se trata de um poema…


  5. bruna disse:

    muito bom,gostei tambem gosto de escrever se depois puder te mandar uma poesia pra colocar em seu blog ficarei feliz


  6. Ediloy Antonio Carlos Ferraro disse:

    …que sabedoria nos traz Bandeira nestes versos…almas são coisas para o Divino, os corpos para o amor carnal, para o profano… assim amar com a alma estraga o amor corporal, onde há desejos, luxúrias e posses não há espaço para as sutilezas do amor que transcende a matéria… controvertida tese mas, ao menos, emblemática e…enigmática!


  7. carolina cantoa disse:

    adooooooooooooooooooooooro


  8. Fabiola disse:

    Boa tarde.

    Gostaria de indicar o texto de Rita Alves “Manuel Bandeira: narrador de si mesmo” no site http://revistalusofonia.wordpress.com/2009/10/10/manuel-bandeira-narrador-de-si-mesmo/

    Obrigada.
    Fabiola

Deixe Seu Comentário