Blog dos Poetas

A Felicidade

de

Existe. Eu a conheço. Ouço-a e lhe falo: fito
os meus olhos nos seus, e, exaltando-a, me exalto.
Vou tocá-la, porém… — há entre nós o infinito!
— foge o horizonte, o céu esfuma-se em cobalto…

Minha Felicidade!… hei de atingi-la!… salto
muralha por muralha, ergo-me, voo, agito
todas as asas da Alma, ando, de sobressalto
em sobressalto, atrás desse enganoso Mito…

Antes de te sonhar, vi-te, e, antes de buscar-te,
vieste… mas, para amar-te, urge-me que descentre
o Ideal para a Ambição… E ai! dos meus sonhos de arte!

Ai! de mim que sonhei ser feliz, e deponho
minha felicidade e minhas glórias, entre
a guilheta da Vida e a redenção do Sonho!…

postado por em 11-08-2016
Compartilhar