Blog dos Poetas

Por Não Estarem Distraídos

de

Havia a levíssima embriaguez de andarem juntos, a alegria como quando se sente a garganta um pouco seca e se vê que por admiração se estava de boca entreaberta: eles respiravam de antemão o ar que estava à frente, e ter esta sede era a própria água deles.
Andavam por ruas e ruas falando e rindo, falavam e riam para dar matéria peso à levíssima embriaguez que era a alegria da sede deles. Por causa de carros e pessoas, às vezes eles se tocavam, e ao toque – a sede é a graça, mas as águas são uma beleza de escuras – e ao toque brilhava o brilho da água deles, a boca ficando um pouco mais seca de admiração.
Como eles admiravam estarem juntos! Até que tudo se transformou em não. Tudo se transformou em não quando eles quiseram essa mesma alegria deles. Então a grande dança dos erros. O cerimonial das palavras desacertadas. Ele procurava e não via, ela não via que ele não vira, ela que, estava ali, no entanto.
No entanto ele que estava ali. Tudo errou, e havia a grande poeira das ruas, e quanto mais erravam, mais com aspereza queriam, sem um sorriso. Tudo só porque tinham prestado atenção, só porque não estavam bastante distraídos. Só porque, de súbito exigentes e duros, quiseram ter o que já tinham. Tudo porque quiseram dar um nome; porque quiseram ser, eles que eram.
Foram então aprender que, não se estando distraído, o telefone não toca, e é preciso sair de casa para que a carta chegue, e quando o telefone finalmente toca, o deserto da espera já cortou os fios.
Tudo, tudo por não estarem mais distraídos.

postado por em 06-02-2004
Compartilhar

  • cledison

    Esse poema foi lido uma vez numa palestra aqui em curitiba num congresso de Direito, eu fiquei fascinado por este poema

  • http://www.fotolog.com/juliana_pena Juliana Pena

    Simplesmente um dos melhores que já li.
    É muito puro e verdadeiro…

  • Fabiana

    Um texto lindíssimo e muito bem feito.
    Clarice, né?! =)

  • andressa

    maravilhoso.

  • Greth Carvalho

    Se nós humanos pudéssemos além de entender, internalizar e colocar em prática tamanha sabedoria…….ah! poderiamos até experimentar um pouco da felicidade….mas a angútia de estarmos vivos nos faz perder os melhores momentos de nossas vidas….senão perdê-los, nem percebê-los…

  • http://sitedepoesias.com.br Roseane

    O texto é belíssimo, me tocou profundamente . Absorvi cada frase, parece que foi feito pra mim. deu vida ao momento que tou passando.

  • Simone

    Sou extremamente apaixonada por Clarice Lispector, este não é e nunca será o único poema brilhante que esta adorada escritora escreveu.

  • Carina

    Não contive o choro desde as primeiras linhas. Também traduz meu atual momento.
    esplêndido.

  • mauro brunel

    Amo Calrice como jamais amei alguém

    “o amor que é o maior dos mistérios”

    queria tirar-lhe todo o medo

    A levaria como seqüestrador
    sem planejar antes do ato de escrever
    escreveria sua história em um precioso livro
    fininho como o do Patinho Feio
    e lhe atribuíria o direito autoral de: p*ta que pariu
    Estou chorando Clarice
    amo demais
    não consigo compreender

  • mauro brunel

    ESCREVO
    ” Meu Deus do céu, não tenho nada a dizer.”
    Escrevo num A4, escutando Billie Holiday.
    Posso escrever do meu jeito?
    Recomeçar a juntar consoantes e vogais.
    ” Palavra é o meu meio de comunicação”
    Eu só quero escrever, amar e ser amado.
    Eu jogaria com as letras como quem joga no”bicho”.
    ” A palavra é tão forte que atravessa a barreira do som.”
    Cada escritor, caro

  • Mariana

    Simplicidade!

    Realmente esse texto de Clarice é espetacular!

    Adoro!

  • Erika

    Clarice foi , e sempre será a única, incomparável, em seu estilo, na profundidade e magnanitude de suas expressões…

  • Chay

    Não tem nada mais lindo.
    ._.

  • josy

    Clarice é incrível, todos os textos dela são maravilhosos!

    Queria pedir que publicassem, textos de Caio Fernando Abreu, que na minha opinião é um dos maiores poetas brasileiros!

  • erinaldo

    adorei tais palavras poeticas -???

  • http://www.cisnesrefletindoelefantes.blogspot.com Lennon

    Oi, eu gostaria de saber quem é o Mauro Brunel do comentário aí em cima… eu realmente me encantei com cada sua palavra.

  • Leila Marroco

    Clarice me faz perder fôlego!!!

  • Vera de Maringá

    Gosto também, parece que as palavras entram no mais íntimo do ser, onde ninguém pode ver

  • Lucca

    inacreditaveis palavras, de sabedoria inimaginavel para um homem comum

  • [´]oi

    NÃO ENTENDI ALGUEM ME EXPLICA:(?

  • http://cfd.com [‘]oi

    Deixei esse comentario a um mês e ninguem me explicou ainda!

  • ana

    Vocês falam q a poesia é linda mas nao sabem analisar pelo menos uma pessoa foi cincera e falo que nao entendeu eu ate poderia responder mais vou deichar q vcs que parecem entender melhor que qualquer outra pessoa pelo que falaram expliquem!

  • http://dasfdfd Pamella

    A explicação desse belíssimo texto é a seguinte: fala do excesso de cobrança em um relacionamento.

    “Tudo só porque tinham prestado atenção, só porque não estavam bastante distraídos. Só porque, de súbito exigentes e duros, quiseram ter o que já tinham.”

    É essa a interpretação do texto.
    Espero ter ajudado! =)

  • Pingback: “Wristcutters – A Love Story” (2006) | Nada()

  • Thaina

    Para cada um o poema pode ter um significado diferente. Gente, poesia é sentimento e proveniente disto vem o entendimento. Não se preocupem em entender, se preocupem em sentir.

  • Bruna

    Amo a literatura de Clarice porém esse é o meu texto preferido, o mais belo o mais lindo com certeza todos nos identificamos com ele, quem nunca sentiu isso ?!

  • Paula

    Acho tb podemos associar esse texto com a busca obcessiva do homem pela felicidade, que pára de sentir prazer nas coisas simples da vida colocando a felicidade longe do alcance. Como disse Thaina, para cada um o poema pode ter um significado.
    Simplesmente LINDO!

  • Hugo

    Para mim, essa é a coisa mais bonita e sincera que eu já li.

  • Raicy

    … apenas se nos permitirmos a magia da distração poderemos nos admirar com o mundo, assim como as crianças naturalmente descobrem o universo… Passamos a ver tudo com um olhar saturado de quem explica racionalmente tudo que nos rodeia, depois que crescemos. Clarisse é perfeita em seu jogo de palavras.

  • maurobrunel

    Depois que “conheci” Clarice
    Ficou mais difícil
    Amar outra mulher.

    mb

  • http://@ArgoloGal Eu

    Lindo demais!!!

  • m. crêspo

    Resumo do poema de Clarice:
    Eram felizes e não sabiam.

  • http://terra Liliane Vix

    Simplismente extraordinária a forma como Clarice fala direto ao nosso coração.Existe sempre algo para se identificar, algo que de alguma maneira você já viveu, e se sente parte da história.
    Eternamete Clarice… infinitamente fantástica e imbatível.

  • JAu

    Não entedi nadaaaaa!!!
    Malucos

  • Maria

    Me identifico tanto com os poemas de Clarice, acho cada palavra que ela usa, cada jeito de escrever, de passar aquilo que sente tão mágico, capaz de despertar sentimentos e fazer entender-los. esse poema me fez lembrar de uma situação pela qual passei… Parece até entender tudo o que eu sentia, mas não sabia explicar. s2

  • http://blogdospoetas.com.br Clarice

    Simplismente extraordinária a forma como Clarice fala direto ao nosso coração.Existe sempre algo para se identificar, algo que de alguma maneira você já viveu, e se sente parte da história.
    Eternamete Clarice… infinitamente fantástica e imbatível.

    amo as poesia de Clarice!! meche com a almada gente!

  • Bruna

    Isto é um conto, não um poema. Clarice não escreveu poemas – no máximo, algumas linhas de sua prosa foram reorganizadas mais tarde por um padre, chamado Antonio Damázio, que observou uma aproximação com o ritmo e particularidades do texto póetico, e não prosaico.

  • Guilherme

    Simplesmente magnífico!

  • ela ela ela

    tenho q fazer uma apresentação sobre esse texto mais puts fala serio não entendi absolutamente nada ¬¬

  • Leidiane

    Clarice, escreve sim Poemas, como romances, contos e crônicas. “Por Não Estarem Distraídos” é uma crônica, do livro Pra Não Esquecer.

  • mauro brunel

    Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento.
    Clarice Lispector

  • http://[email protected] adriana

    Esse poema me lembra um grande amigo,que me deu de presente essas palavras e querer conhecer cada dia mais Clarice Lispector!