Blog dos Poetas

Admirável Expressão que Faz o Poeta de seu Atencioso Silêncio

de

Largo em sentir, em respirar sucinto,
Peno, e calo, tão fino, e tão atento,
Que fazendo disfarce do tormento,
Mostro que o não padeço, e sei que o sinto.

O mal, que fora encubro, ou que desminto,
Dentro no coração é que o sustento:
Com que, para penar é sentimento,
Para não se entender é labirinto.

Ninguém sufoca a voz nos seus retiros;
Da tempestade é o estrondoso efeito:
Lá tem ecos a terra, o mar suspiros.

Mas oh do meu segredo alto conceito!
Pois não me chegam a vir à boca os tiros
Dos combates que vão dentro no peito.

postado por em 21-08-2008
Compartilhar

3 Comentários para “Admirável Expressão que Faz o Poeta de seu Atencioso Silêncio”


  1. Vitor Bruno disse:

    Gregório mostra a dificuldade que temos em verbalizar em linguagem clara e expressiva os sentimentos mais profundos como o amor. No peito há um combate sonoro, mas a boca de palavras está vazia


  2. Raquel disse:

    A interpretação par esse lindo poema de Gregório seria:” Nem sempre o sorriso que trago, é a vida qe levo “


  3. Helder disse:

    Visitem o meu blog, por favor?

Deixe Seu Comentário