Blog dos Poetas

Zé do Caroço

de

Num serviço de auto-falante
No morro do pau da bandeira
Quem avisa é o Zé do Caroço:
Amanhã vai fazer alvoroço,
Alertando a favela inteira!

Ai! Como eu queria que fosse em Mangueira
Que existisse outro Zé do Caroço
Pra dizer de uma vez pra esse moço:
“Carnaval não é esse colosso…
Nossa escola é raiz, é madeira…”

Mas é morro do pau da bandeira
De uma Vila Isabel verdadeira
Que o Zé do Caroço trabalha,
Que o Zé do Caroço batalha
E que malha o preço da feira;

E na hora que a televisão brasileira
Destrói toda a gente com a sua novela,
É que o Zé bota a boca no mundo:
Ele faz um discurso profundo.
Ele quer ver o bem da favela.

Está nascendo um novo líder
No morro do pau da bandeira…
Está nascendo um novo líder
No morro do pau da bandeira…

(Seu Jorge cantando “Zé do Caroço”)

postado por em 03-09-2008
Compartilhar