Blog dos Poetas

Versos Íntimos

de

Vês?! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão – esta pantera –
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O homem que, nesta terra miserável,
Mora entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!

postado por em 25-11-2003
Compartilhar

5 Comentários para “Versos Íntimos”


  1. Feiticeira disse:

    Esta de Augusto dos Anjos é a minha preferida, adorei reler.
    Abraços.


  2. Erick disse:

    Este é um dos mais “belos” poemas de toda a Poesia Brasileira. Muito bem feito, bem trabalhado e ainda importante informar: Augusto dos Anjos escreveu este poema com apenas 17 anos!! COISA DE GÊNIO!!!!


  3. Hezzany disse:

    Concertezaa o “Melhor Poeta de Todos os Séculos”

    Augusto dos Anjos é o meu preferiido, amo demais esse poema.

    Adorei !!

    BjoO*


  4. ALIPIO GUIMARÃES disse:

    DECLAMAR ESTE POEMA TODOS OS DIAS PELA MANHÃ, É UMA GRATIDÃO AO MAIOR POETA BRASILEIRO DE TODOS OS TEMPOS.


  5. Will Leite disse:

    esta é a melhor de todas, eu ouço, e leio, e arrepio,…. ela me toca como nenhuma outra poesia me encontra, naum tenho palavras para descreve la… simplismente Augusto Dos Anjos.. perfeito……

Deixe Seu Comentário