Blog dos Poetas

Pássaro e Mulher

de

Quem me prende
mais do que a terra?
Impossível o vôo
agora.
Quente fremente
a intenção de alguém.
Desfez-se a palidez
perdi meu vôo
nas grades de seu peito.
Aprísiona-me – grilhão –
o seio suave e
no calor do instante
a união.

postado por em 10-06-2010
Compartilhar

11 Comentários para “Pássaro e Mulher”


  1. Rodrigo disse:

    Luz

    Escoridão, vida escura de ignorância,
    Rua das trevas e sem coração,
    Nesta vida de prisioneiro e sem ilegância,
    Que emboa gasta não passa de uma ilusão,
    E nas ruas vastas e sem nínguem,
    Vagueiam almas sózinhas, mas de alguém,

    Saber que guardas em ti a minha solidão,
    E que me prendes aqui sózinho,
    Enquanto que lá fora, na rua,
    O simple iluminar da lua,
    Quebra a profunda instabilidade, que se instala no chão.

    Rodrigo Pacheco


  2. Lethicia disse:

    Lindo, Lindo!
    quem sabe um dia eu possa fazer um assim!


  3. Lethicia disse:

    Coloquei no meu blog um poema de Camoes em homenagem ao dia da lingua portuguesa…que foi ontem…vale a pena conferir!


  4. Augusto César disse:

    Bom este blogg, pra quem gosta de poesia é muito bom


  5. Greice Rodor disse:

    Ronaldo Cunha Lima

    O medo e a falta

    Você me faz medo,
    mas você me faz falta.

    A diferença entre o medo e a falta
    é que o medo você sabe quando tem,
    e na falta você sente que não tem.

    A falta, com o medo, sobressalta.
    Entre o medo que você me traz
    e a falta que você me faz,

    você é o medo que me falta.


  6. Greice Rodor disse:

    ESTE BLOG FOI UM ACHADO!!!
    AMO POESIAS.


  7. lany mckennitt disse:

    m m


  8. lany mckennitt disse:

    Teu Olhar Pra Mim É Tudo
    Tua Boca Pequena me Enlouquece
    Menina o que Fizeste Comigo
    Meu Corpo Só a Pede
    Minha Bela Minha Flor
    Só Voce me Envaidece.


  9. José Carlos Pereira disse:

    Estou aprendendo a gostar de poesias, por passar a sentir falta de uma pessoa que foi e é muito importante em minha vida. Apesar de estar separado.


  10. Dolores Flor disse:

    adorei.
    façam uma visitinha em Construções poeticas.


  11. EDILOY A C FERRARO disse:

    A poetisa nos leva à reflexão, atados aos grilhões das paixões, nos encontramos reféns de nós mesmos, distantes dos imaginários voos de libertação…

Deixe Seu Comentário