Blog dos Poetas

Passa uma Borboleta

de

Passa uma borboleta por diante de mim
E pela primeira vez no Universo eu reparo
Que as borboletas não têm cor nem movimento,
Assim como as flores não têm perfume nem cor.
A cor é que tem cor nas asas da borboleta,
No movimento da borboleta o movimento é que se move,
O perfume é que tem perfume no perfume da flor.
A borboleta é apenas borboleta
E a flor é apenas flor.

(do “Guardador de Rebanhos” – Alberto Caeiro)

postado por em 25-10-2009
Compartilhar

4 Comentários para “Passa uma Borboleta”


  1. Isabela disse:

    Amei…
    Não conhecia essa poesia.
    por sinal, adoro todo o blog!!!
    Vocês são demias!

    By: Isabela♥


  2. EDILOY A C FERRAO disse:

    …apenas nos olhos poeta de um artista das reflexões beberíamos observações tão desatentas aos desatentos olhos de todos nós…


  3. mari melo disse:

    adorei o blog… parabens!!!


  4. Roseane disse:

    Boa Noite!

    Adoro Fernando Pessoa, este poema é lindo, me faz pensar que o tom de cada “borboleta” e o “perfume” é exatamente subjetividade do momento da vida de cada sujeito.
    É o estado emocional, a maturidade da alma, que faz a gente sentir o perfume da vida e as lindas cores da borboleta. Portanto somos nós que oferecemos a vida o tom, porque a vida já nos foi presenteada por Deus.
    Parabéns pelo blog. Muito bom gosto.

    Amei!!!

    Roseane L.

Deixe Seu Comentário