Blog dos Poetas

Ouvir Estrelas

de

“Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!” E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto…

E conversamos toda a noite, enquanto
A Via Láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: “Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?”

E eu vos direi: “Amai para entendê-las!
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas.”

postado por em 29-08-2010
Compartilhar

10 Comentários para “Ouvir Estrelas”


  1. EDILOY A C FERRARO disse:

    …a sensibilidade do poeta, por si só, é aguçada, imagine sob os véus de enamorado como seria, a tal ponto de “ouvir estrelas”, eufemismo de ternura extrema para ilustrar um coração apaixonado, lindos versos nos traz Olavo Bilac.


  2. The Beat disse:

    https://twitter.com/nick_beat


  3. V.R Stone disse:

    visite: madamedepedra.blogspot.com


  4. Úrsula Avner disse:

    Olá Peka,

    essa é uma das mais belas poesias de Olavo Bilac… Bela postagem. Um abraço.


  5. augusto disse:

    amor, poesia, espiritualidade. um convite ao simples, ao belo, ao despertar da alma…


  6. keila disse:

    Pode a chuva cair sem ser avistada por um cego?
    Enfurecida chuva que cai sobre ardente pele
    Mas doentia.
    Nao pode sentir a chuva que cai e resfria sobre o corpo enrijecido
    Cego sem ser cego
    Somos todos seres incapacitados
    Febris olhos, ó como são belos estes
    E quão terrível é serem apenas belos
    Ver apenas por estar a frente
    Não sentir, não tocar.
    Por fim morrer
    Tornando-se algo mais que apenas os belos e pecadores olhos
    Mas algo irreversivelmente arrependido e sombrio como as noites chuvosas que nunca foram realmente vistas pelos belos olhos afujentados.


  7. rafaela disse:

    ficou lindo d++
    parabens


  8. graciele disse:

    esse poema e muito lindo as vezes somos loucos porque quando amos fazemos coisas que a propria razão desconhece pois isso ame e saberas o quanto e maravilho amar devemos amar embora pareça loucura


  9. caoline disse:

    nossa q lindo^^


  10. Pimentel. disse:

    Olavo Bilac,uma das maiores referencias de poesia brasileira também era conhecido como”O Príncipe dos Poetas”.
    A seguir,uma breve biografia deste grande nome da literatura brasileira: nascido em 1865 no Rio de Janeiro,Olavo Brás dos Guimarães Bilac,era um jornalista,Fundador da Academia Brasileira de Letras e ilustre poeta.
    Sua maior vocação eram as letras,apesar de ter cursado medicina e direito.
    Ele foi o mais conhecido e benquisto homem de letras do país de todos os tempos,até a morte no Rio de janeiro em 1918.

Deixe Seu Comentário