Blog dos Poetas

Os lírios

de

Certa madrugada fria
irei de cabelos soltos
ver como crescem os lírios.

Quero saber como crescem
simples e belos – perfeitos! –
ao abandono dos campos.

Antes que o sol apareça
neblina rompe neblina
com vestes brancas, irei.

Irei no maior sigilo
para que ninguém perceba
contendo a respiração.

Sobre a terra muito fria
dobrando meus frios joelhos
farei perguntas à terra.

Depois de ouvir-lhe o segredo
deitada por entre os lírios
adormecerei tranqüila.

postado por em 13-01-2010
Compartilhar

5 Comentários para “Os lírios”


  1. deusaii disse:

    fantástico…


  2. celso disse:

    poema simples de ler dificil de falar mas atraves destas palavras escritas fico mais tranquilo,em saber que palavras tao simples torne valiosas,escritas de forma de poema parabens


  3. EDILOY AC FERRARO disse:

    …que enlevos, leveza de sentimentos, nos espelha essa poetisa, deleites ao ler na sua suave reflexão sobre a beleza no berço dos lírios, nascidos ao léu e sem a proteção humana, antes, em sua perfeição, manifestações do Divino…


  4. Silvana Nunes disse:

    Olá,
    Sou professora, pesquisadora e contadora de histórias.Vivo de blog em blog angariando leitores e tentando divulgar o meu pelo simples fato de perpetuar a história de meu país – tenho medo que ela seja engolida por toda essa globalização.
    Se gostar de meu esdpaço e achar minha proposta coerente, por favor SIGA-ME nesta luta por um mundo melhor.
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER… está convidando para conhecer uma lenda bastante contemporânea – a do pássaro-cabeça-de-vento.
    É só clicar no link http://www.silnunesprof.blogspot.com que você chega até lá rapidamente.
    Gostaria que tivesse um pouquinho mais de paciência comigo, estou com alguns probleminhas para resolver: preciso de um novo exame de vista e de um monitor novo, o meu está meio embaçado, já tentei regular, mas o problema está com ele mesmo, tenho de comprar outro. E agora não me encontro em condições disso – só eu sei o sacrifício que faço para postar as histórias.
    Se já passei por aqui, mil perdões. Como disse, a falta dos meus óculos e esse monitor com problemas não me deixam enxergar direito.
    Que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010.
    A PAZ .
    Saudações Florestais !


  5. Jaque disse:

    Ameei muiiiito mesmo

    só que queria mais poemas 🙁

Deixe Seu Comentário