Blog dos Poetas

O Ser ou o Desequilíbrio

de

Será o ser algo desdobrável
Ou incorruptível ao ponto único
De não ter mais nada em si
Do que a própria estrutura de ser?
E assim se o ser puro
Na sua essência, que a mesmo tempo
É e existe, nula e vaga?
Ou terá ele enchimentos?
Metamorfoses, como disse heráclito,
Que o tornam impuro e maleável,
Nunca o mesmo, mas sempre o ser,
Nunca eterno, apenas temporal,
Mas infinito na sua transformação.
Constante no seu desequilíbrio.
Como será enfim?
Pois ainda não há
Metafísica bastante que o explique…

Sociedade Literária Prometheus
postado por em 11-10-2002
Compartilhar

1 Comentário para “O Ser ou o Desequilíbrio”


  1. willem brondani disse:

    o meu tio na rede……

Deixe Seu Comentário