Blog dos Poetas

O Relógio

de

Passa, tempo, tic-tac
Tic-tac, passa, hora
Chega logo, tic-tac
Tic-tac, e vai-te embora
Passa, tempo
Bem depressa
Não atrasa
Não demora
Que já estou
Muito cansado
Já perdi
Toda a alegria
De fazer
Meu tic-tac
Dia e noite
Noite e dia
Tic-tac
Tic-tac
Tic-tac…

postado por em 15-01-2009
Compartilhar

8 Comentários para “O Relógio”


  1. Célia de Lima disse:

    Puxa, amigo, alguém precisa voltar a dormir (rs)… Mas parabéns! Pela competência e a dedicação. O Site de Poesias está cada vez melhor! 😉


  2. elcio disse:

    O tempo não para…silêncio…tic-tac…


  3. kika lima disse:

    adorei o blog d v6, parabens pelo trabalho e pela dedicaçao


  4. kika lima disse:

    sou super fã de vinicius de morais


  5. Mili disse:

    te adooroo


  6. Simone Roberta disse:

    Parabéns….
    Utilizo sempre este site , pois sou professora e gosto muito de poesias.
    Adorei.!


  7. Ediloy Antonio Carlos Ferraro disse:

    …as reflexões tendo o Tempo como enfoque, ampulhetas e relógios, nos trazem cogitações íntimas, afinal, o que é o Tempo ? Talvez uma tentativa de se organizar o caos, uma convenção… mas, sem dúvida, nos traz a finitude das coisas, o envelhecimento materializado, assinalado no passar dos dias, calendários desfolhados…

    Vinícus e tantos outros nos brindam nesta aparente inocente brincadeira com sentimentos mais profundos, buscas existenciais no tempo…


  8. Priscila Soares disse:

    Amei o site… Parabéns!

Deixe Seu Comentário