Blog dos Poetas

O Burro

de

Vai ele a trote, pelo chão da serra,
Com a vista espantada e penetrante,
E ninguém nota em seu marchar volante,
A estupidez que este animal encerra.

Muitas vezes, manhoso, ele se emperra,
Sem dar uma passada para diante,
Outras vezes, pinota, revoltante,
E sacode o seu dono sobre a terra.

Mas contudo! Este bruto sem noção,
Que é capaz de fazer uma traição,
A quem quer que lhe venha na defesa,

É mais manso e tem mais inteligência
Do que o sábio que trata de ciência
E não crê no Senhor da Natureza.

postado por em 20-01-2009
Compartilhar

5 Comentários para “O Burro”


  1. Rafael Portal disse:

    Olá,

    Por que retiraram novamente o autor do poema no RSS? Poderiam colocar novamente?

    Grato.


  2. Nathália disse:

    Sou antenada em poesia (não por acaso, trabalho como assistente editorial do poeta Ulisses Tavares, conhece?), visitei seu blog e gostei muito.

    Olha, se puder, dá um toque para seus blogueiros e amigos olharem o site que gerencio:

    http://www.ulissestavares.com.br

    Sempre tem poesia nova lá e os visitantes concorrem a um livro autografado toda semana.

    Sem burocracia e sem despesa alguma. Basta clicar no site, enviar um e-mail e concorrer.

    Grande beijo e continue no caminho da poesia que o mundo precisa disso,


  3. Gustavo Moura Brasil disse:

    Poesia simples falando das coisas simples para atingir as maiores reflexões. Assim a poesia atingiu o interior das pedras…

    Muito boa a ideia do blog… no blog tamborim… está rolando homenagem a um poeta por mês… passem lá…

    http://tamborim.blogspot.com

    abraços


  4. lais lima oliveira disse:

    ooi, quem puder me mandar e-mails de poemas do Patativa, por favor manda ok??
    bjos!

    [email protected]


  5. NAYARA disse:

    QUANDO AMAR ALGUEM AME DE CORAÇÃOPOIS A PIOR DOR DO MUNDO E A DOR DA TRAIÇÃO

Deixe Seu Comentário