Blog dos Poetas

Marília de Dirceu

de

Mas tendo tantos dotes da ventura,
só apreço lhes dou, gentil pastora,
depois que o teu afeto me segura
que queres do que tenho ser senhora.
É bom, minha Marília, é bom ser dono
de um rebanho, que cubra monte e prado;
porém, gentil pastora, o teu agrado
vale mais que um rebanho e mais que um trono.

Os teus olhos espalham luz divina,
a quem a luz do sol em vão se atreve;
papoila ou rosa delicada e fina
te cobre as faces, que são cor da neve,
Os teus cabelos são uns fios d’ouro;
teu lindo corpo bálsamos vapora.
Ah! não, não fez o céu, gentil pastora,
para a glória de amor igual tesouro!

Já destes bens, Marília, não preciso
nem me cega a paixão, que o mundo arrasta;
para viver feliz, Marília basta
que os olhos movas, e me dês um riso.

postado por em 14-03-2005
Compartilhar

5 Comentários para “Marília de Dirceu”


  1. lank e mimi disse:

    adorei !! lindo só de ver .


  2. thaynara disse:

    adorei o poema sem duvida e o melhor poeta


  3. marilia disse:

    nuss só podia ter o meu nome ne..
    rssrrrsrsrs…..
    amei…


  4. thais kelly disse:

    adorei tomas e d+ !!!!!!!!!!!!!!! e o melhor esempre vai ser


  5. Jessica disse:

    liiiiiiiiindOo adoreii!!!! ki coisa LIndah! \o/

Deixe Seu Comentário