Blog dos Poetas

Ditoso seja aquele que somente

de

Ditoso seja aquele que somente
Se queixa de amorosas esquivanças;
Pois por elas não perde as esperanças
De poder nalgum tempo ser contente.

Ditoso seja quem, estando absente,
Não sente mais que a pena das lembranças,
Porque, inda mais que se tema de mudanças,
Menos se teme a dor quando se sente.

Ditoso seja, enfim, qualquer estado,
Onde enganos, desprezos e isenção
Trazem o coração atormentado.

Mas triste de quem se sente magoado
De erros em que não pode haver perdão,
Sem ficar na alma a mágoa do pecado.

postado por em 17-01-2010
Compartilhar

3 Comentários para “Ditoso seja aquele que somente”


  1. Felipa disse:

    Intenso e profundo como só ele sabia ser…


  2. Mi disse:

    Luís de Camões deixou uma vasta obra, que permanece sempre actual através das gerações. Um poeta inspirador de tantos que, apesar de tudo, se ficam por uma ínfima parte daquilo que ele foi…


  3. Vera Lucia disse:

    Textos simplesmente maravilhosos.
    Isso comprova que todos trazemos
    no fundo d’alma,as mais belas obras.Basta vasculhá-la para resgatar sentimentos ocultos.

Deixe Seu Comentário