Blog dos Poetas

Com agulhas de prata

de

Com agulhas de prata
de brilho tão fino
bordai as sedas do vosso destino.

Bordai as tristezas
de todos os dias
e repentinamente as alegrias.

Que fiquem as sedas
muito primorosas
mesmo com lágrimas presas nas rosas.

Com agulhas de prata
de brilho tão frio…
ai, bordai as sedas,
sem partir o fio!

postado por em 29-04-2010
Compartilhar

5 Comentários para “Com agulhas de prata”


  1. EDILOY A C FERRARO disse:

    …terna, doce, intensa e reflexiva, Cecília Meireles neste devaneio tão bem urdido em sua candura, deleite de leitura !!!


  2. fernando martinez disse:

    profundo


  3. Simone Dall' Agnol disse:

    Deslumbrante Cecília, como sempre encantando com suas poesias que passam por nós tão iluminadas!!
    Quero eu um dia poder ser como tu Cecília tão lembrada e tão amada que és..
    Obrigada por teus poemas e tuas palavras que fazem nosso coração pulsar mais forte.


  4. erika disse:

    achei encantador me tocou o coração


  5. Giovanna Labecca, Carolina Carvalho, Tamires Gonçalves disse:

    Bom, nos lemos um de seus poemas e gostamos muito.
    Porque ele nos lembrou de nossa infancia, e tambem achamos ele muito criativo.
    Parabéns, gostamos muito mesmo!

Deixe Seu Comentário