Blog dos Poetas

Capricho

de

Ai! quando
Brando
Vai o vento
Lento
À lua
Nua
Perpassar sutil;

E a estrela
Vela,
E sobr’a linfa
A ninfa
Suspira
Mira
O divinal perfil;

Num leito
Feito
De cheirosas
Rosas,
Risonhos
Sonhos
Sonharemos nós;

Revoltos,
Soltos
Os cabelos
Belos,
Vivace
A face,
Tremulante a voz

Cantos
E prantos
Que suspira
A lira,
A alfombra,
À sombra,
Encontrarei pra ti;

Celuta,
Escuta
De meu seio
O enleio…
Vem, linda,
Ainda
Há solidões aqui.

postado por em 29-02-2012
Compartilhar

5 Comentários para “Capricho”


  1. Arthur Fernandes disse:

    Gostei, bom gosto para as escolhas dos poemas!


  2. Lucas M. disse:

    Belo blog!

    Não deixe de visitar meu site, acho que vai gostar:

    poetadapaulista.com.br

    Abraços


  3. EDILOY A C FERRARO disse:

    Com que maestria e musicalidade estes versos descerram o sentir de Castro Alves, numa sucessão de imagens expondo seu íntimo… Lindos versos !!!


  4. Karine disse:

    Lindo trabalho! O site é limpo, interessante e apresenta belíssimo conteúdo.


  5. Joel Medeiros disse:

    PRECAUÇÃO

    eu quero em minha casa
    uma bela de uma lareira
    em meu quintal um jardim
    e um pé de pimenteira

Deixe Seu Comentário