Blog dos Poetas

Barcarola

de

Parti-me, trágico, ao meio
De mim mesmo, na paixão.
A amiga mostrou-me o seio
Como uma consolação.

Dormi-lhe no peito frio
De um sono sem sonhos, mas
A carne no desvario
Da manhã, roubou-me a paz.

Fugi, temeroso, ao gesto
Do seu receio modesto
E cálido; enfim, depois

Pensando a vida adiante
Vi o remorso distante
Desse crime de nós dois.

postado por em 07-01-2008
Compartilhar

2 Comentários para “Barcarola”


  1. dorinha disse:

    Todos os poemas são lindos, mais vc curte escrever um q tenha sido feito por vc?


  2. Ederson Peka disse:

    Dorinha, você conhece o Site de Poesias? 😉
    http://sitedepoesias.com.br/poetas/peka

Deixe Seu Comentário