Blog dos Poetas

Ave! Maria

de

Ave! Maria das Estrelas, Ave!
Cheia de graça do luar, Maria!
Harmonia de cântico suave,
das harpas celestiais branda harmonia…

Nuvem d’incensos através da nave
quando o tempo de pompas irradia
e em prantos o órgão vai plangendo grave
a profunda e gemente litania…

Seja bendito o fruto do teu ventre,
Jesus, mais belo dentre os astros e entre
as mulheres judaicas mais amado…

Ó Luz! Eucaristia da beleza,
chama sagrada no Evangelho acesa,
maravilha do Amor e do Pecado!

postado por em 23-12-2007
Compartilhar

Deixe Seu Comentário