Blog dos Poetas

Alguém Sabe

de

Você sabe como é
Estar tão só
Que a escuridão e a luz
Se misturam?

Onde as orações caem
No silêncio –
E a ausência de resposta
Penetra sua alma.

Em meio a uma multidão,
Mas completamente sozinho.
Num mundo frio
Que reclama você
Mas depois o empurra
No momento em que você vira as costas.

Onde ninguém entende
O seu passado.
Quando as risadas cortam sua pele
E pregam sua dor na madeira crua.

Quando lágrimas salgadas caem
Para curar a Terra quebrada.
Um amor quebrantado.

Você sabe como é isto?
Alguém sabe.

postado por em 22-12-2002
Compartilhar

2 Comentários para “Alguém Sabe”


  1. Raphael disse:

    Tipo.. eu tenhu um poema ake que eh parececido com esse.. parece que ateh foi uma intertextualidade..
    mais eu ainda axu que o meu esta bem melhor… muito melhor doq da nina koolik..

    Niguém sabe, mas vive
    de Raphael Lima

    Você não sabe como é
    estar tão só
    onde nem a luz ousa iluminar.

    Onde nem as cançoes dos anjos
    eh ouvida e a ausência de resposta
    perfura tua alma.

    Em volta de muitos, mas onde
    nada é possivel ser real e quando
    você consegue enchergar algo o vazio
    te empurra pelas costas para o nada.

    Onde ninguém pensa no passado.
    As risadas em si causão dor feito
    pregos na madeira pura e virgem.

    Quando lágrimas de um sentimento
    ousão cair para curar a terra sem vida
    o vazio a desfaz.
    Uma ilusão sem sentido.

    Niguém sabe o que é isto,
    mas todos nós vivemos em um mundo
    cinistro.


  2. Raphael disse:

    se vc’s ficarem interessados em meu poema… soh entrar em contato cumigu.. [email protected]
    eu tenhu varios poemas escritos por mim aki…

Deixe Seu Comentário