Blog dos Poetas

Almanaque

de

Ô menina vai ver nesse almanaque como é que isso tudo começou
Diz quem é que marcava o tique-taque e a ampulheta do tempo disparou
Se mamava de sabe lá que teta o primeiro bezerro que berrou
Me responde, por favor
Pra onde vai o meu amor
Quando o amor acaba

Quem penava no sol a vida inteira, como é que a moleira não rachou
Quem tapava esse sol com a peneira e quem foi que a peneira esfuracou
Quem pintou a bandeira brasileira que tinha tanto lápis de cor
Me responde por favor
Pra onde vai o meu amor
Quando o amor acaba

Diz quem foi que fez o primeiro teto que o projeto não desmoronou
Quem foi esse pedreiro, esse arquiteto, e o valente primeiro morador
Diz quem foi que inventou o analfabeto e ensinou o alfabeto ao professor
Me responde por favor
Pra onde vai o meu amor
Quando o amor acaba

Quem é que sabe o signo do capeta, o ascendente de Deus Nosso Senhor
Quem não fez a patente da espoleta explodir na gaveta do inventor
Quem tava no volante do planeta que o meu continente capotou
Me responde por favor
Pra onde vai o meu amor
Quando o amor acaba

Vê se tem no almanaque, essa menina, como é que termina um grande amor
Se adianta tomar uma aspirina ou se bate na quina aquela dor
Se é chover o ano inteiro chuva fina ou se é como cair o elevador
Me responde por favor
Pra que tudo começou
Quando tudo acaba

postado por em 27-04-2009
Compartilhar

6 Comentários para “Almanaque”


  1. joyce disse:

    nossa adorei tudo que esta escrito aqui amo poemas enfim sou apaixonada rsrs beijos parabens


  2. O Tamanho do Meu Amor! by Antero Vaz de Andrade « Brasil Poesias disse:

    […] Almanaque […]


  3. Fabiana disse:

    Sou super fã do Chico, e estou lançando um livro de poesias em que tem uma em homenagem a ele.
    Gostaria muito de convidá-lo e a todos que gostam de poesia, será dia 19 de fevereiro de 19h Às 22h na Av. Mem de Sá, 126 – Lapa -Rio de Janeiro.
    Obrigada


  4. Virgilio Machado disse:

    Sou espanhol, estou estudando português, gosto muito de Portugal e do Brasil.
    Desculpe os erros.
    Me interesso muito da poesia brasileira.
    Já escutamos esta música do Chico Buarque, em meu país, gravada em um CD, na voz do cantor Belchior. O Brasil é um dos países mais ricos na cultura.
    Ficamos encantados com a letra, com os arranjos e interpretaçäo.
    Como posso ter acesso ao seu livro na Europa?

    Obrigado

    Virgilio


  5. lorena rodrigues de araujo disse:

    A saudade essa palavrinhas que
    traz tanto aperto em nossos
    corações; esse coágulo de
    sangue que escorre –
    O poeta chico possui uma alma
    abençoada por Deus;pelos lindos
    versos de um cantor da mpb!!!!


  6. arlindo disse:

    http://www.youtube.com/watch?v=HLN21BrgDio

Deixe Seu Comentário